quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Opções estratégicas para todos os negócios

Opções estratégicas

Depois de analisarmos o enquadramento da empresa na sua componente externa e na sua globalidade, podemos neste ponto traçar algumas estratégias futuras que permitem na nossa opinião o crescimento e o desenvolvimento da empresa promotora. Antes de tudo podemos tirar algumas conclusões, no que diz respeito aos objectivos da empresa a médio e longo prazo. As estratégias da empresa reflectem um conjunto de actividades a desenvolver, que no seu final permitirão à empresa conseguir de uma forma racional e eficiente atingir os objectivos pré definidos. A permanente preocupação de adaptar de forma equilibrada e racional os seus recursos às necessidades, aliada à constante procura de soluções inovadoras em termos de relação preço – qualidade, permite, por um lado obter índices de rendibilidade importantes e, por outro, potenciar incrementos de produtividade e de escala com efeitos indutores positivos em toda a estrutura patrimonial e financeira da empresa.

A empresa tem como principais objectivos futuros os seguintes:
•             Ganhar quota de mercado de forma a afirmar-se de facto como uma empresa de referência na sua área de actuação;
•             Poder ganhar peso ao nível do mercado do Distrito de Lisboa além da Linha de Sintra, havendo também uma grande aposta em termos de internacionalização para alguns países PALOP com mercados de muita apetência para estes produtos;
•             A empresa ser conhecida no mercado e o seu nome estar ligado à referencia de qualidade dos produtos;
•             Ao crescer na sua globalidade a empresa deverá ganha ainda mais força negocial em relação aos seus fornecedores e entidades externas;
•             Manter uma gestão muito racional dos recursos humanos, valorizando a qualidade do atendimento personalizado como factor diferenciador para a fidelização dos clientes;
•             Crescer de forma equilibrada e racional, garantindo acima de tudo uma empresa financeiramente saudável, equilibrada nas suas contas, eficiente e rápida na sua actuação diária;

Finalmente falta elaborar uma estratégia global que permita à empresa alcançar estes objectivos.
•             A empresa neste momento deve desenvolver uma política de investimento racional e eficiente. Este factor é muito importante pois irá permitir à empresa manter-se num desenvolvimento muito grande tentando todos os dias manter elevados os factores de competitividade em relação aos seus concorrentes;
•             Deve investir na loja com qualidade máxima, optando sempre por um serviço personalizado e de qualidade;
•             Deve investir na área de transformação ao nível da costura de cabelo de forma a acrescentar valor aos produtos comercializados;
•             Deve manter sempre o nível de qualidade dos seus produtos pois este nível muito elevado já e um factor de competitividade ao mesmo tempo de reconhecimento pelos seus clientes;
•             Deve manter investimento em factores que permitam uma actuação rápida com o máximo de flexibilização de forma a poder prestar o melhor serviço aos clientes;
•             Para a consecução desta nova estratégia, será de importância capital o estabelecimento de algumas parcerias com os potenciais fornecedores no sentido de potenciar e rendibilizar as áreas de negócio, assim como parcerias como clientes como os cabeleireiros;
•             Deve investir num sistema informático com capacidade para gerir stocks e facturação;
•             Deve investir na área de marketing e na divulgação dos produtos junto do seu publico alvo;

Por Henrique Centieiro Gonçalves Pedro, Director Geral da Up to Start - Consultoria e Projectos de Investimento, Lda

0 financiamentos:

Enviar um comentário