Portugal Start-Up: Quantos táxis existem em Lisboa?

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Quantos táxis existem em Lisboa?

Quantos táxis existem em Lisboa

Panorama dos Táxis em Lisboa

Segundo o Departamento de Segurança Rodoviária e Tráfego da Câmara Municipal de Lisboa existem actualmente cerca de 3 445 táxis nesta cidade. O estudo realizado permite concluir que todos os dias são realizadas em média cerca de 102 mil viagens de táxi em Lisboa o que se traduz numa média diária de 30 viagens por táxi.  O número médio de passageiros é de 1,57, havendo no entanto muita procura de táxis com capacidade superior a 4 (capacidade do carro tradicional) principalmente por grupos de turistas para touring, empresas e grupos de jovens em saídas nocturnas. A taxa de ocupação média dos táxis é de cerca de 63%.
Em Lisboa existe assim uma relação de 1 táxi por cada 824 habitantes (tendo em conta a área metropolitana desta cidade). Exclui-se no entanto a população flutuante de Lisboa e a população activa que ocupa a cidade apenas durante o dia.  
Calcula-se que em média um táxi que circule em Lisboa nos turnos do dia e noite, percorra cerca de 8000 Km por mês.
O incremento e manutenção da procura no sector tem-se mantido em parte pelo turismo, pela consciencialização por parte dos condutores em não conduzir caso tenham ingerido bebidas alcoólicas assim como leis proibitivas deste facto, o activo controlo policial em operações stop nocturnas e pela disponibilidade crescente deste meio de transporte através dos meios de comunicação disponibilizados ao cliente.
Este ano, a oferta de táxis torna-se ainda maior na cidade de Lisboa. O Artigo 22 do Capítulo V do Decreto-Lei nº 41/2003 refere-se ao especial licenciamento de Táxis para o transporte de pessoas com mobilidade reduzida. Foi neste âmbito que a Câmara Municipal de Lisboa aprovou 50 licenças para táxis especialmente adaptados a pessoas com mobilidade reduzida e cadeiras de rodas. Esta oferta vem preencher uma grande lacuna neste tipo de oferta nomeadamente para idosos, pessoas que se deslocam a tratamentos, consultas e fisioterapia, serviços para hemodiálise e outros transportes de doentes não urgentes cujo transporte de táxi é muito mais cómodo, seguro e rápido do que em carrinhas de transporte de doentes de corporações de bombeiros.
Relativamente a localizações, os táxis podem tomar passageiros em qualquer ponto de Lisboa aquando da sua circulação na via pública, num local definido ou previamente marcado pelo cliente ou nas respectivas Praças de Táxi onde de acordo com o Art.º 8 da Deliberação n.º 45/AML/2002 de 2002/12/17 do Suplemento ao Boletim Municipal n.º 463, “Na área do Município da Lisboa, os táxis podem estacionar em qualquer dos locais reservados para o efeito, até ao limite dos lugares demarcados, podendo, ainda, tomar passageiros quando circulem na via pública com a indicação de livre, excepto a menos de 50 metros de uma praça assinalada e desde que seja visível um veículo aí estacionado. (...) A utilização dos táxis dentro de uma praça será feita segundo a ordem em que aqueles se encontrarem estacionados.” Podem os pontos de estacionamento ser utilizados por táxis de qualquer categoria, desde que observadas as vagas disponíveis.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...