Portugal Start-Up: Mercados PALOP - Moçambique e Maputo

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Mercados PALOP - Moçambique e Maputo


O mercado de Moçambique está a crescer fortemente sendo que as exportações de Portugal para Moçambique têm registado um aumento significativo. O número de portugueses a residir em Moçambique tem também tido um aumento notório, sendo que ascende actualmente a 25 000 pessoas, maioritariamente empresários e quadros superiores.

Expomos de seguida algumas características e números relativos a este mercado bem conhecido por nós, ao nível de Maputo e Moçambique. Os dados do mercado de Moçambique são importantes pressupostos de análise para o Plano de Negócios do seu projecto e constituíção de empresa em Moçambique.

A cidade de Maputo tem um total de 1 094 315 habitantes (segundo os sensos de 2007), o que traduz um aumento de 13.2% em 10 anos e pode ser explicado pelo desenvolvimento que a cidade está a ter. As previsões apontam para um crescimento de 17% na população de Moçambique. O Distrito Urbano de KaMpfumo (baixa de Maputo e zona do Polana) tem uma população de 107 530 habitantes, o que se traduz numa densidade populacional de 8960 hab./km2. Esta densidade populacional é bastante elevada comparada com a densidade populacional média de Maputo que é de 3162 hab./km2. A população é jovem (70% da população nativa tem menos de 35 anos).

Existem cerca de 14 000 Estabelecimentos Comerciais em Maputo, sendo que este número está a aumentar de forma significativa.
Em paralelo com o crescimento da população, do comércio e da economia, é de esperar também um bom crescimento na procura de serviços e comércio.
A restauração emprega actualmente cerca de 1000 pessoas em Maputo, sendo que no total a hotelaria (inclui unidades hoteleiras) emprega 3500 pessoas.
A acrescentar a estes números temos o elevado e crescente dinamismo no turismo, sendo que esta é uma zona altamente turística tanto através da oferta hoteleira como pela proximidade com o mar e outras tracções.
Se por um lado o crescente número de turistas estrangeiros, apresenta uma oportunidade para o desenvolvimento de ofertas turísticas em Moçambique, por outro não podemos negligenciar as oportunidades geradas pelo mercado interno. Assiste-se não só a uma crescente procura de serviços turísticos por parte dos moçambicanos e estrangeiros residentes, como também a um aumento do número de empresas nacionais e multinacionais instaladas no país, nos mais diversos sectores de actividade.
negocios em moçambique

Quanto ao Mercado externo de Moçambique, existiram em 2009 cerca de 1.000.000 de turistas estrangeiros. A taxa de crescimento anual de turistas estrangeiros ronda os 20%, sendo que esta tendência se tem afirmado nos últimos anos dado o crescimento económico, estabilidade política e segurança que o país oferece.
Existem cerca de 150.000 estrangeiros residentes em Moçambique, sendo que as últimas estimativas apontam para um forte aumento, uma vez que se verifica um bom crescimento da economia em Moçambique  e ao mesmo tempo se verifica uma forte crise na Europa.

Anualmente os hotéis moçambicanos têm 500.000 visitantes estrangeiros não africanos. A acrescentar, verifica-se a visita anual de cerca de 500.000 Sul Africanos. Em Moçambique os hotéis têm uma oferta de 21.000 camas (a oferta hoteleira aumentou muito desde o Mundial de Futebol da África do Sul), dos quais 14 000 só em Maputo, sendo este mercado uma potencial fonte de captação.


Relativamente à economia de Moçambique, após crescimentos do PIB acima de 7% em 2009, 2010 e 2011, prevê-se que o crescimento do PIB pode ascender a cerca de 10% até 2013, ignoranto por completo a crise que abraça quase todo o mundo e Portugal. Como se pode verificar no gráfico, as previsões de crescimento da economia moçambicana são optimistas.


Conte connosco para fazer crescer o seu negócio em Moçambique e restantes países PALOP. Contacte-nos e consulte os nossos serviços.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...