Portugal Start-Up: O que procuram os Business Angels e as Sociedades de Capital de Risco?

terça-feira, 22 de maio de 2012

O que procuram os Business Angels e as Sociedades de Capital de Risco?


Embora investiam normalmente em diferentes fases dos projectos - os Business Angels procuram investir na fase seed e Start-up (normalmente com menos de 3 anos de actividade) da empresa, enquanto que a Sociedades de Capital de Risco investem principalmente em empresas com mais de 3 anos, vindo por vezes substituir-se aos Business Angels lá existentes - tanto Business Angels Como Soc. de Capital de Risco procuram investir em projectos que tenham em comum determinadas características. 

É necessário que o projecto e o respectivo modelo de negócio sejam atractivos para os Business Angels e Capitais de Risco. Os motivos pelos quais Business Angels e Capitais de Risco normalmente não estão interessadas nos projectos/empresas são:
                1 – A maioria das start-ups não tem perspectivas de crescimento suficientemente grandes para atrair Business Angels e Capitais de Risco;
                2 – O sector de actividade pode não ser atraente para os BA’s e VC’s. Normalmente têm que ser sectores que permita escalabilidade e expansão do negócio (como negócio na área da internet, tecnologias e energias);
                3 – A maioria dos Business Angels e Capitais de Risco (especialmente Soc. de Capital de Risco) pretendem investir em negócios com alguma prova dada. Se o negócio tiver já alguma facturação, já tiver testado o mercado e já tiver clientes, a capacidade de convencer os financiadores;
                4 – Finalmente, é muito mais usual para o Capital de Risco financiar empresas com mais alguma maturidade (por exemplo 3 ou 5 anos de actividade), onde são necessários financiamento de montantes superiores. Estas empresas têm menos risco e os empreendedores já possuem mais experiência.
É também habitual que em Portugal as Capitais de Risco entre numa fase posterior a Business Angels, substituindo muitas vezes estes últimos. 
               5 - A participação do Business Angel não deverá ser maioritária e desconfie muito quando a esmola é muita...não existe dinheiro fácil em nenhum local do mundo.
start up angel
Alguns dos denominadores comuns dos projectos são:
Elevada escalabilidade (negócios em sectores que permitem um rápido crescimento e se possível à escala global como são os negócios na área da internet);
Equipa coesa, com excelentes capacidades de trabalho e know-how;
Se possível (e principalmente no caso do Capital de Risco), provas dadas no mercado;
Oportunidade de negócio perfeitamente identificada, modelo de negócio bem definido, posicionamento face ao mercado muito focado, saber-se o negócio na ponta da língua e bem esmiuçado! Os Business Angels encontram-se organizados, consulte a lista de Associações de Business Angels em Portugal O financiamento por investidores privados pode ainda ser considerado uma técnica do Bootstrap
Contacte-nos para obter apoio!

1 comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...