Portugal Start-Up: Geert Hofstede - Grandes nomes da gestão

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Geert Hofstede - Grandes nomes da gestão

GEERT HOFSTEDE


1928

Segundo The Economist, Geert Hofstede «de certa forma inventou o conceito de diversidade cultural como uma disciplina da gestão».
Geert Hofstede tem agora 88 anos e é um daqueles pais da psicologia organizacional que ainda está vivo. Ele é formado em psicologia e estudou bastante as influências culturais nas pessoas e nas organizações.

Segundo Geert Hofstede, as quatro dimensões culturais que mais peso têm nas organizações são:

  • Distância do poder
  • Aversão à Incerteza
  • Individualismo e Coletivismo
  • Masculinidade e femininalidade
  • Orientação e curto prazo e orientação a longo prazo.

Este é o modelo Hofstede que ele criou quando estudava a IBM a nível internacional. 

Este académico alemão influenciou consideravelmente as implicações humanas e culturais da globalização, baseando as conclusões em pesquisas exaustivas e em inquéritos realizados a um número elevado de indivíduos.


Hofstede licenciou-se em Engenharia Mecânica, mas acabou por seguir uma vertente completamente diferente, optando por fazer um doutoramento em Psicologia. No seu longo currículo inclui o cargo de psicólogo-chefe na IBM e diversos outros cargos em institutos de pesquisa nas áreas da antropologia e da gestão internacional.


A maior contribuição dos estudos de Hofstede foi o seu modelo cultural de cinco dimensões que existem em todas as culturas, mas que assumem um carácter diferente em cada uma delas. São elas: distância ao poder, individualismo, masculinidade, aversão à incerteza e orientação para o longo prazo.



Modelo de Hofstede
Modelo de Hofstede





CONCEITOS-CHAVE
- Cultura organizacional.
livro-chave
- Culture’s Consequences.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...